segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Gibis Disney : DISNEY TEMÁTICO n°26 - MONSTROS!

WDT026MONSTROSC1.jpg (528×748)
Edição especial, formato 13,4 x 19 cm, 304+4 páginas cor, lombada quadrada, capa cartonada especial, R$ 16,00, distribuição setorizada. Dia 25.
1380422_510998345654930_905666789_n.jpg (720×488)
Eles frequentam nossa imaginação há séculos, provavelmente milênios, desde a aurora da humanidade. Estão em pinturas rupestres, pergaminhos, papiros e já eram assunto entre os homens primitivos, ao redor da fogueira, quando a família se reunia para se proteger da escuridão. Pela literatura e pelo rádio, instalaram-se definitivamente no imaginário coletivo. No cinema e na TV, ganharam forma, som e, finalmente, cor. Os monstros da lagoa, do pântano, do Lago Ness. O pé-grande, o sasquatch, o yeti. Criaturas vindas da terra, do mar, do céu, do espaço. Este novo especial Disney é uma homenagem a todos eles. São 300 páginas inéditas e 10 histórias assombrosamente instigantes, que vão mexer com seus nervos, menos para assustá-lo e mais para fazê-lo rir e relaxar diante do perigo. Ainda assim, se o pavor se apoderar de você, destemido leitor, tenha calma e lembre-se de que monstros são apenas invenções concebidas pela mente para explicar o inexplicável. Ou será que não?
QUADRINHOSDISNEY.png (551×261)

Charge N°30422!

dasantigas.jpg (567×397)

Charge N°30421!

chargedodia02.jpg (567×412)

Tiras N°5069 : Fala Menino - Luis Augusto!

Ajuda Especializada.

tirinhafalameninomedium.jpg (596×501)
tirinhafalameninomedium2.jpg (592×487)

Charge N°30420!

cartumdodia.jpg (567×412)

Charge N°30419!

chargedodia01.jpg (567×412)

Ria...Se Puder N°3983!

bancodados.png (493×557)
BANCO de 'DADOS'

Charge N°30418!

newtonsilva2.jpg (480×334)

Charge N°30417!

newtonsilva.jpg (468×360)

Tiras N°5068 : Turma da Mônica - Mauricio de Sousa!

811132657.jpg (600×186)
809752938.jpg (600×185)
810806423.jpg (600×182)
novositemonica.png (596×450)
Finalmente, depois de um ano de muito trabalho, colocaram no ar o novo site da Turma da Mônica. Fizeram um design que relê o formato de gibi e tentaram ser bem intuitivos, já que uma parte importante dos fãs ainda está na idade pré-escolar e não consegue ler. O mais bacana, para mim, é a navegação pelo carrossel de personagens, que a cada mês ficará mais completo. Espero que gostem e as sugestões são sempre bem-vindas.
http://turmadamonica.uol.com.br/

Charge N°30416!

migueljc2.jpg (431×360)

Charge N°30415!

migueljc.jpg (453×360)

Arquivos Turma da Monica N°50 - Mônica 50 Anos!

MN30A+(1).JPG (498×730)
Já à venda "Mônica 50 Anos", o quinto e mais recente livro da MSP em comemoração aos 50 anos dos personagens. Nessa postagem, falo bem detalhado como é e minha opinião sobre esse livro que comemora os 50 anos de criação da Mônica.

A capa é uma releitura da Mônica # 1 (Ed. Abril, 1970), mostrando que a tartaruga constituiu família e teve filhotes. Assim como os outros livros "50 Anos", esse tem capa dura, miolo em papel off-set, 160 páginas e formato 19 x 27,5 cm. 

Já o preço de capa não foi igual aos dos volumes dos outros personagens, custando absurdos R$ 65,00. os livros do Bidu e do Cebolinha custaram R$39,90 cada, e os do Chico Bento e do Cascão, R$ 58,00. Não se sabe se foi por causa do nome da personagem, ou porque não foi lançado livro "MSP 50 Anos" também caro (embora foi lançado o "Graphic MSP"), só sei que não justifica um preço tão alto dessa edição em comparação aos outros da série. 

Fica, então, inviável comprar sem ser na internet, com cupom de desconto. Eu consegui comprar o meu exemplar na internet por R$ 46,00 e sem frete. Consegui economizar bem, mas se não fosse assim não compraria. Mesmo com a economia que eu tive, ainda penso que tinha que ter preço de capa menor, que aí ficaria mais barato ainda na internet. Afinal, com o desconto, "Mônica 50 Anos" ainda saiu mais caro do que a edição do "Bidu 50 Anos". Se ainda o conteúdo fosse melhor, até aceitaria o preço de capa, mas infelizmente o livro ficou a desejar e não compensaria pagar R$ 65,00.
MN30A+(2).JPG (512×730)
Contracapa
Como de praxe, o livro abre com página de apresentação, além de mostrar algumas capas "Nº 1", evolução dos traços e curiosidades. Sobre essas curiosidades foram muito fracas, mostrando apenas 3 tirinhas dos anos 60 que todos já conhecem, inclusive aquela de estreia da Mônica de 1963, e é comentado que o Sansão era amarelo, depois virou azul e que o seu nome foi escolhido em 1983 através de um concurso que saiu nas revistas. Podiam falar coisas mais relevantes da Mônica, ou mostrar o primeiro tabloide.

A relação das histórias publicadas de "Mônica 50 Anos", com o número da edição e ano, foram essas:
  1. Mônica é daltônica? (MN # 1 - Ed. Abril, 1970)
  2. A dona da rua (MN # 2 - Ed. Abril, 1970)
  3. Os Azuis (MN # 15 - Ed. Abril, 1971)
  4. Um amor de ratinho (MN # 99 - Ed. Abril, 1978)
  5. Sansão! Esse é o nome do meu coelhinho (MN # 161 - Ed. Abril, 1983)
  6. O mistério das Models (MN # 107 - Ed. Globo, 1995)
  7. O plano da falsa amiga (MN # 117 - Ed. Globo, 1996)
  8. Insignificantes Insetos (MN # 167 - Ed. Globo, 2000)
  9. Brincadeiras de amigas (MN # 204 - Ed. Globo, 2003)
  10. O corpo fala (MN # 7 - Ed. Panini, 2007)
  11. Álbum de fotografias  (inédita, estrelada pela Turma da Mônica Jovem)
Foram apenas 10 republicações e uma inédita. Todas foram histórias de abertura originais, com exceção de "A dona da rua". Por causa disso, não tiveram histórias mudas (o que é um ponto positivo), mas em compensação, muitas delas foram longas demais que não justificam para um especial como esse e nem todas as características da Mônica foram exploradas.

Ficaram devendo histórias da Mônica bem braba, com os absurdos da superforça (como levantando um carro com uma mão só, por exemplo), nem com metalinguagem. Não tiveram histórias com o pai dela nem com o Monicão. Simplesmente não apareceram. Um absurdo. A mãe dela só em rápidas aparições, não tendo uma história exclusiva da Mônica perturbando os pais. 

Não tiveram histórias com ela se lamentando ser baixinha, dentuça e gorducha, e muito menos sendo xingada disso pelos meninos. História com seu Juca, que a Mônica perturbou tanto, então, nem pensar. Nem com Capitão Feio.
MN30A+(3).JPG (893×730)
Trecho da HQ "Os Azuis" (1971)
Dessas histórias, curiosamente, 3 histórias viraram desenho animado: "Os Azuis", "Um amor de ratinho" e "O corpo fala". Outro ponto curioso (e que não gostei), é que das 5 histórias da Editora Abril, 3 delas já haviam saído em "Mônica 30 anos", de 1993, o último livro especial da Mônica com republicações: "Mônica é daltônica?""A dona da rua" (com a Tonica, prima do Cascão) e "Sansão! Esse é o nome do meu coelhinho"

Colocando as mesmas histórias de "Mônica 30 anos" fica parecendo que só essas são clássicas. Se, por acaso, tiver um "Mônica 60 Anos" com republicações, colocariam essas mesmas histórias. E com tantas republicações das mesmas, não as tornam mais raras. Tipo, saiu nesse livro mais uma vez "Mônica é daltônica?" e, com essa, já é a 9ª vez que ela sai nos gibis, sendo que foi republicada nesse ano de 2013 mesmo na mensal Mônica # 75 da Panini. 

Continuando com as histórias da Ed. Abril, as outras 2 são clássicas mesmo e realmente valeram a pena republicarem. "Os Azuis", em que a Mônica misteriosamente se transporta para outra dimensão onde todos os seus amigos são de cor azul e envolvem vários preconceitos com isso, porque ela tem cor de pele diferente deles. Não é à toa que o Maurício com essa história, escrita pelo próprio, ganhou vários prêmios. 

Já "O Amor de ratinho", Mônica, fantasiada de ratinha por causa de um baile à fantasia na casa do Franjinha, entra por engano em uma máquina redutora dele, acaba encolhendo e um ratinho de verdade se apaixona por ela, ao defendê-lo de um gato. É da época de quando os personagens eram desenhados com traços superfofinhos e, com isso, a arte é fantástica.
MN30A+(4).JPG (467×730)
Trecho da HQ "Um amor de ratinho" (1978)
Mesmo com as 3 histórias repetidas de "Mônica 30 anos", até que ainda dá para passar. Porém, depois de "Sansão! Esse é o nome do meu coelhinho", o especial desandou significativamente. Após essa do nome do Sansão de 1983, deu um salto e já foi direto pra 1995! Não tiveram histórias do restante dos anos 80 (nem as últimas da Abril e primeiras da Globo) e nem do início dos anos 90.

Talvez uma justificativa para isso é que as histórias de 1987 a 1991 estão sendo republicadas nos almanaques da Mônica convencionais e eles não queriam que tivessem as mesmas histórias dos almanaques atuais. Porém, muitas histórias desse período não foram republicadas recentemente, como "A fórmula secreta" (MN # 4, de 1987), "Além da imaginação" (MN # 23, de 1988), "O dragão que queria casar" (MN # 27, de 1989), "A estrelinha apagada" (MN # 36, de 1989), "Diga o que eu digo, faça o que eu faço" (MN # 41, de 1990), "O Jogo de vôlei" (MN # 49, de 1991), "Algo verde, mole e pegajoso" (MN # 55, de 1991) e que podiam estar nesse especial.

Além do mais, as histórias "Insignificantes Insetos" "O Corpo fala" foram republicadas nesses últimos anos pela Panini, em "Maurício Apresenta # 7" e "Cine Gibi # 5", respectivamente. Por isso não justifica ausência de histórias de 1987 a 1991, e nem da Editora Abril de 1984 a 1986, que não foram republicadas nos almanaques recentes e não mereciam ficar de fora. Até mesmo histórias de 1972 a 1977 também não eram pra ficar de fora. Ou seja, não foram explorados vários traços e estilos de histórias de várias épocas.

Algumas histórias que podiam ter colocado dos últimos anos da Ed. Abril: "Os terríveis dedos minhocais" (MN # 170, de 1984), "Mônica dançando o break" (MN # 175, de 1984),"Os terríveis cremilins" (MN # 180, de 1985), "Como atravessar a sala" (MN # 186, de 1985), "A grande conquista" (MN # 191, de 1986 - nunca republicada), "Mudanças e Costumes" (MN # 194, de 1986), entre outras. Qualquer uma dessas seria ótimo. 
MN30A+(5).JPG (486×730)
Trecho da HQ "O mistério das models" (1995)
Essa história de 1995, "O mistério das models", até que não é ruim, em que a Mônica e Magali ajudando as modelos a se livrarem do chefe que as controlavam por um brinco. Tem até umas tiradas legais, só que é muito longa, tem nada menos que 22 páginas e não justifica estar em um especial como esse. No lugar, dava para colocar umas 3 histórias curtas do período ausente e que explorassem mais as características da Mônica. Outra história longa é "Insignificantes Insetos", me que a turma viram insetos, com 18 páginas no total, bem chata e que não tem nada a ver para um livro desse. Podia muito bem colocar histórias normais da Mônica com medo de insetos que seria muito melhor.

E um detalhe: com essa recolorização toda, o degradê característico dessa história "O mistério das models" praticamente sumiu, só em alguns quadrinhos que se percebe. Uma pena. Nas revistas do segundo semestre de 1995, as histórias tinham degradê nas cores de fundo em todos os quadrinhos.

A história "O plano da falsa amiga" foi a melhor do livro. Uma trama de plano infalível com o Cascão se fantasiando de Magali para saber porque a Mônica estava chorando. E ainda envolve a sua paquera pelo Fabinho. Bem engraçada, apesar que mereceria ter outra história da Mônica apaixonada.

Ainda segue com a história "Brincadeiras de amigas", com a mônica bem tolerante e que nem bate nos meninos, já bem semelhante com as atuais (afinal é de 2003) e termina com a história da Panini "O corpo fala", meio longa também. Pelo menos foi só uma da Panini e de 2007 sendo a mais nova, e não 2010, como aconteceu com as edições do Chico Bento e Cascão.
MN30A+(6).JPG (464×730)
Trecho da HQ "O plano da falsa amiga" (1996)
O livro termina com a tradicional história da Turma da Mônica Jovem em estilo mangá. Dessa vez, prevaleceu mesmo foi o estilo mangá, já que a história é praticamente a Mônica e o Cebolinha bem idosos, relembrando fotos de fatos que passaram quando eram crianças e jovens. Bem fraca. Como sempre desnecessário histórias em mangá nesses livros. E uma história como essa nem precisava ser em mangá.

Sobre alterações em relação às histórias originais, só não seguiram a ortografia original das épocas, colocando a vigente, assim como os demais livros da série. As ortografias de histórias de 1970, não colocaram palavras com grafia como "côr", "êsse", "nôvo", "êle", etc. Já as dos demais anos também seguiram a ortografia atual, como "ideia". 

Lembrando que em "Mônica 30 Anos", eles seguiram fielmente a ortografia de 1970, como eram nas originais. Outro detalhe de alteração são as cores,  que dá pra perceber que trocaram muitas coisas em relação à Mônica 30 anos". Abaixo, uma comparação da história "Mônica é daltônica?", que ilustra essas alterações de ortografia e cores bem diferentes, como do muro, por exemplo.
MN30A+(7).JPG (491×730)
Trecho da HQ "Mônica é daltônica?", tirada de "Mônica 30 Anos" (1993)
MN30A+(8).JPG (443×730)
Trecho da HQ "Mônica é daltônica?", tirada de "Mônica 50 Anos"
Então, achei esse livro bem fraco e ficou sendo mesmo um almanaque de luxo, com nada muito diferente das mensais atuais, prevalecendo o politicamente correto. E bem caro, por sinal. Até os almanaques convencionais possuem seleção de histórias melhores, já que eles vêm atualmente com histórias de 1987 a 1991 e nesse livro, não. Eu já não esperava muita coisa, e confirmou. Vale só pelo valor histórico. 

Só salvaram as histórias "Os Azuis""Um amor de ratinho" e "O plano da falsa amiga". Histórias mais curtas e explorando todas as fases e características da Mônica, além de mostrar, pelo menos, uma história com os pais e uma com o Monicão seria muito bem vindo. Desses especiais "50 Anos", por enquanto só valeu o do Bidu.
painelarquivosTM2.png (617×185)

Charge N°30414!

21dilmaXescuta.jpg (600×557)

Charge N°30413!

vangoghxobama.jpg (600×557)

HQs : Horácio N°413 - Mauricio de Sousa!

810175279.png (600×749)

Charge N°30412!

STF_infringentes.jpg (600×557)

Charge N°30411!

byebyedilma002.jpg (600×557)

Animação do DIA : Cotidiano - As discriminadas!

Charge N°30410!

reino_animal.jpg (600×557)

Charge N°30409!

putin_bashar001.jpg (600×557)

Tela Quente: Johnny Depp estrela o inédito 'Alice no País das Maravilhas'!

alice-in-wonderland.jpg (500×741)
Alice no País das Maravilhas (2010)
Baseado na história de Lewis Carrol. Aos 19 anos, 
4.jpg (606×370)
Alice, que vive chateada em meio a nobreza de Londres, 
sem-titulo-4.jpg (606×370)
vai a uma festa e descobre que está prestes a ser pedida em casamento. 
alice-no-pais-das-maravilhas-poster-2.jpg (500×740)
Assustada, ela foge, 
3.jpg (606×222)
seguindo os passos do coelho branco,
1.jpg (606×370)
 que a leva ao País das Maravilhas. 
alice_in_wonderland_2010_7.jpg (510×755)
Lá, ela conhece a terrível Rainha e o monstruoso Jaguadarte.
Alice-no-país-das-maravilhas-poster_thumb1.jpg (454×671)
Essa é a trama do inédito "Alice no País das Maravilhas" (2010), filme dirigido por Tim Burton, que a Globo exibe, em HD, na Tela Quente desta segunda-feira, dia 7, às 22h20, horário de Brasília, logo após Amor à Vida.
http://1.bp.blogspot.com/-1aM-nwAi8Eg/TdhC5dU40tI/AAAAAAAASzU/btQ3CqDHq9E/s400/telaquante+%25281%2529.png
Tela Quente - 07/10 > 22h26

Charge N°30408!

espionagem_petrobras_13-09-2013.jpg (600×578)

Charge N°30407!

iptu_salvador11-09-3013.jpg (600×608)